Historia

a a a

História Horta da Formiga


A Horta da Formiga nasceu em 2002 com o objectivo de sensibilizar os mais novos para a prática da compostagem caseira, que é complementar à compostagem industrial e que estava a nascer ali ao lado. Cedo percebemos que era preciso crescer, pois havia muitos adultos interessados neste tema e noutros que lhe estão naturalmente associados, como a agricultura biológica e as boas práticas de jardinagem. Numa altura em que muitos se assustaram com a doença das vacas loucas e com os frangos com nitrofuranos, o regresso à subsistência e à alimentação de qualidade tornou-se uma prioridade.

A Horta da Formiga cresceu com os seus utilizadores, à medida que iam surgindo necessidades, foram sendo criados os cursos e os projectos para as colmatar.

A lista de cursos e de formadores que por cá passaram é extensa! Marco Ricci, Raquel Sousa, Luís Alves, Susana Soares, José Pedro Fernandes, José Carlos Sengo, Vitor Carneiro, Jorge Antunes, entre outros, até à nossa formadora residente Cristina Ferreira.

Quanto aos projetos, têm vindo a crescer, bem como a equipa que garante o seu acompanhamento.

Surgiu o Projeto Horta à Porta – hortas biológicas da região do Porto, com o objetivo de permitir que os cidadãos urbanos pudessem pôr em prática a agricultura biológica e pudessem cultivar os seus próprios alimentos com garantia de segurança. 10 anos depois, fazemos a gestão de 43 hortas e 1126 talhões, e mesmo assim contamos com mais de 3800 em lista de espera!

Surgiu o Projeto Terra à Terra, com o objetivo de implementar a compostagem caseira nas habitações e assim reduzir a produção de resíduos orgânicos que precisam de ser recolhidos, transportados, tratados e depositados. A utilização do composto tem inúmeras vantagens para os solos e as plantas.

Surgiu o Projeto Dose Certa, com o objetivo de sensibilizar os estabelecimentos de restauração e as famílias para a redução do desperdício alimentar. Esta é uma problemática crescente, que se acentua nos momentos de crise e que urge reduzir, por razões económicas mas principalmente por razões sociais e ambientais.

Mais recentemente surgiu o Projeto Jardim ao Natural, com o objetivo de alargar as boas práticas agrícolas a todos os espaços verdes, sejam eles públicos ou privados, grandes ou pequenos, na varanda ou no telhado.

Os 4 projetos estão em constante evolução de maneira a poder dar resposta a todos os interessados em participar e contribuir para um melhor ambiente na nossa região.

Certamente não iremos parar por aqui!


voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros