Como posso fazer a separação se não existem ecopontos suficientes?

a a a

 

Se respondeu "O numero de ecopontos é suficiente e para além disso existem outros locais onde posso levar os materiais separados” PARABÉNS, acertou na resposta correta!!

Este é um sentimento, por vezes, assumido como uma verdade absoluta. Mas tal não corresponde efetivamente à verdade. Para além dos ecopontos existem ainda muitas outras infraestruturas para que separar seja uma atitude natural!

A participação ativa e empenhada dos Consumidores no processo de reciclagem começa em casa com a separação das embalagens usadas por tipo de material: plástico e metal, papel e cartão, vidro e madeira. Os resíduos de embalagens devem então ser colocados nos equipamentos apropriados disponibilizados pelas Autarquias para o efeito. Em Portugal têm vindo a ser progressivamente implantados vários equipamentos que permitem a participação dos consumidores na recolha seletiva, tais como: ecopontos, ecocentros e cestos ou sacos específicos para recolha porta-a-porta.

Neste momento, os cidadãos da Área Geográfica da LIPOR (Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde), têm à sua disposição um sistema completo de infraestruturas, equipamentos e serviços para a deposição seletiva dos resíduos: Ecocentros, Ecopontos e circuitos de recolha seletiva porta-a-porta. Este conjunto de infraestruturas é ainda, complementado por um conjunto de serviços especiais de recolha e por um Centro de Triagem Plataformas de apoio, onde os materiais separados pelos cidadãos sofrem uma separação suplementar mais pormenorizada (triagem), sendo posteriormente enviados para as indústrias recicladoras.

Assim, não se esqueça: separar para reciclar não significa usar apenas o ecoponto!


voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros