Descrição Unidade

a a a
Central de Valorização Energética

A Central de Valorização Energética, situada na Maia, tem como objetivo a valorização, na forma de energia elétrica, da fração de resíduos que não possa ser aproveitada através dos processos de compostagem e reciclagem.
 
Com duas linhas de tratamento em operação contínua e praticamente automática, a Central tem uma capacidade de tratamento de 380 000 toneladas de resíduos por ano, tratando, em média, cerca de 1 100 toneladas de resíduos por dia e produzindo cerca de 170 000 MWh de energia elétrica por ano, dos quais cerca de 90% são enviados à rede pública, permitindo abastecer um aglomerado populacional da ordem de 150 mil habitantes.
 
Capacidade da Central
 
 Tratamento:
380.000 Toneladas resíduos/ano (Para um PCI de 7700 kJ/kg)

 Produção de energia:
25MWh

 Linha de Processo:
- Receção dos veículos de recolha;
- Báscula com dispositivo automático de pesagem;
- Fossa de Receção de RU: 18.000 m3.
- Descarga:
   Fossa para descarga em edifício fechado e depressionado;
- Alimentação das Linhas de Tratamento:
   Ponte rolante de sustentação ao pólipo de garras manobrada por um único operador a partir da sala de controlo;
   Tremonhas de alimentação.
- Combustão:
   Grelhas de combustão inclinadas 26º sobre a horizontal e câmaras de combustão;
   Extratores de Escórias;
   Tapetes vibrantes;
   Separadores magnéticos;
   Fossas de rejeitados (Escórias e sucatas ferrosas).
- Tratamento de Gases: 
   Reatores;
   Filtros de mangas;
   Chaminé de 68 metros de altura.

 Sala de Controlo:
- Consolas de comando da ponte rolante e pólipo de garras;
- Circuito interno de televisão;
- Sistema informático de controlo do processo;
- Painéis sinópticos de energia.

 
voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros