Recolha Seletiva de Resíduos: Fator-chave na Economia Circular

a a a

  

 A recolha de resíduos é um passo essencial para qualquer estratégia de economia circular. Além da necessidade de fornecer soluções para os produtores de resíduos, a recolha deve responde a vários propósitos essenciais: garantir uma separação adequada dos resíduos para os encaminhar para o tratamento mais adequado, possibilitar a separação e classificação de materiais homogéneos e de alta qualidade para a reutilização e Reciclagem…

A recolha de resíduos atua também como um interface entre os produtores de resíduos e o sistema de gestão de resíduos, e pode ser eficazmente utilizada para aumentar a sensibilização sobre a necessidade da prevenção de resíduos e da correta separação na origem.

No entanto, estabelecer um sistema adequado de recolha seletiva de resíduos é um desafio: além da necessidade de otimizar a logística para um número crescente de fluxos, o seu sucesso depende da participação de produtores de resíduos para separar adequadamente os seus resíduos. A recolha de resíduos não é apenas um assunto técnico: requer a passagem de informação adequada e completa aos seus utilizadores e incentivos para promover comportamentos adequados.

Numa perspetiva de economia circular, os sistemas de recolha de resíduos devem resolver os desafios tanto a montante, com uma crescente diversidade e complexidade de resíduos, como a jusante, com as exigências de qualidade dos materiais a ser enviados para a reciclagem.

Para atingir as novas metas de reciclagem, os sistemas de recolha de resíduos devem ser atualizados e a participação dos produtores de resíduos nas soluções deve ser aumentada. As autoridades públicas têm que desenvolver abordagens inovadoras em colaboração com os outros atores da cadeia de valor da reciclagem: recicladores, produtores, empresas de gestão de resíduos... de modo a garantir que a recolha de resíduos responda aos objetivos da economia circular.

Esta conferência, organizada pela LIPOR em parceria com a ACR+, discutirá o papel da recolha seletiva de resíduos na economia circular, concentrando-se em dois fluxos específicos de resíduos (os plásticos e os bio-resíduos), bem como nas perspetivas futuras com o caso de fluxos muito específicos (fraldas, cápsulas de café Nespresso, etc.). Será apresentado, também, o contexto europeu e a abordagem portuguesa à economia circular.

O Programa encontra-se disponível aqui.

Inscrições: Fátima Nogueira | fatima.nogueira@lipor.pt | 229 770 100

                                                                                       

 Patrocínio:  

       

 

 Media Partners:

        

voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros