“Não há ecopontos suficientes”

a a a

Este é um sentimento, por vezes, assumido como uma verdade absoluta. Mas tal não corresponde efetivamente à verdade. Para além dos ecopontos existem ainda muitas outras infraestruturas para que separar seja uma atitude natural!

A participação ativa e empenhada dos Consumidores no processo de reciclagem começa em casa com a separação das embalagens usadas por tipo de material: plástico e metal, papel e cartão, vidro e madeira. Os resíduos de embalagens devem então ser colocados nos equipamentos apropriados disponibilizados pelas Autarquias para o efeito. Em Portugal têm vindo a ser progressivamente implantados vários equipamentos que permitem a participação dos consumidores na recolha seletiva, tais como: ecopontos, ecocentros e cestos ou sacos específicos para recolha porta-a-porta.

Em 2013, na Área de intervenção da LIPOR, a quantidade de materiais separados e colocados para reciclagem nos Ecopontos, Ecocentros e Zonas de Recolha Seletiva foi de 47.769 toneladas. Os cidadãos separaram: 10.244 toneladas de embalagens plásticas e metálicas, 14.833 toneladas de papel e cartão, 18.088 toneladas de vidro e 4.604 toneladas de outros materiais*.

* Monstros não Metálicos + Madeiras + REEE + Sucatas + Pilhas + Baterias + Lâmpadas + Tinteiros e Toners+ Óleos Alimentares Usados

Neste momento os cidadãos da Área Geográfica da LIPOR (Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde) têm à sua disposição um sistema completo de infraestruturas, equipamentos e serviços para a deposição seletiva dos resíduos, nomeadamente, 21 Ecocentros, cerca de 3446 Ecopontos e recolha seletiva porta-a-porta abrangendo cerca de 135.000 habitantes. Este conjunto de infraestruturas é ainda, complementado por um conjunto de serviços especiais de recolha e por um Centro de Triagem e Plataformas de apoio, onde os materiais separados pelos cidadãos sofrem uma separação suplementar mais pormenorizada (triagem), sendo posteriormente enviados para as indústrias recicladoras.

Assim, não se esqueça: separar para reciclar não significa usar apenas o ecoponto!
voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros