07 Set

Recolha seletiva porta-a-porta chega a novas zonas de Vila do Conde

Começou uma nova fase de recolha de resíduos multimaterial, de resíduos alimentares e de lixo porta-a-porta no município de Vila do Conde, com novos circuitos, de forma regular, na zona Norte da cidade, abrangendo cerca de 3100 fogos.

Com este alargamento, o município de Vila do Conde chegará assim aos cerca de 4000 fogos servidos pela recolha seletiva porta-a-porta e que contribuirão para o aumento dos quantitativos de materiais recolhidos para reciclagem, que desde dezembro de 2018, já chegou às 570 toneladas.

O alargamento arrancou com a entrega dos pendurantes de ativação da campanha, a que se segue a distribuição gratuita de equipamentos de contentorização para recolha dedicada das várias frações (papel/cartão, plástico/metal, vidro, alimentares e lixo) a cada um dos fogos abrangidos; uma ação de sensibilização, que irá introduzir e apelar a uma correta reciclagem, informar sobre a periodicidade da recolha, procedimentos de entrega, bem como sobre as mais-valias deste novo sistema, nomeadamente o apoio a causas sociais; e a implementação do sistema propriamente dito.
O novo sistema de recolha seletiva porta-a-porta arrancou em Vila do Conde em dezembro de 2018 com o objetivo de aumentar os quantitativos de resíduos recolhidos. O sucesso do projeto refletiu-se no presente alargamento, que estenderá o serviço a novos fogos.

Com o mote "Reciclar é dar +”, a ação baseia-se numa abordagem positiva por contacto pró-ativo, também porta-a-porta, pela qual se somam e apresentam vantagens individuais (funcionais e financeiras) e sociais de adesão a este sistema específico de recolha de resíduos urbanos: proximidade, comodidade, sustentabilidade e solidariedade, uma vez que os resíduos recicláveis entregues reverterão a favor dos Bombeiros Voluntários de Vila do Conde.

Mais informações: www.lipor.pt/darmais/

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi