ministro e administradores da LIPOR visitam exposição da inovação
19 Jul

Ministro do Ambiente e da Ação Climática visita a LIPOR para delinear estratégias de trabalho para o futuro

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, visitou a LIPOR, no passado dia 19 de julho, tendo sido recebido pelo Conselho de Administração da LIPOR.

Esta foi para a LIPOR uma visita de grande importância, uma vez que estamos num momento de definição de projetos de importância estratégica, quer para a Lipor, quer para a zona Norte e inclusive para o País.

Durante a visita foi possível ao Sr. Ministro conhecer a área de inovação da Lipor, onde foram apresentados um conjunto de projetos considerados essenciais, em que se olham os resíduos como matéria-prima, permitindo a criação de produtos a partir desses resíduos, e consequentemente promovendo a Economia Circular.

Numa conversa aberta com o Conselho de Administração, foram apresentados também os grandes números da LIPOR bem como um conjunto de projetos e iniciativas que a LIPOR está a preparar de modo a alavancar a região para um patamar superior na área da gestão dos resíduos.

Também o projeto do Centro de Excelência para os resíduos, gerou consenso entre o Ministério e a LIPOR, sendo "um projeto de futuro, numa base aberta, que é fundamental para dinamizar a forma de tratar os resíduos e descobrir novas soluções e novas formas de tratamento, promovendo a circularidade”, como referiu o Ministro Duarte Cordeiro. Ficou também claro que para o sucesso de um projeto desta envergadura é essencial envolver vários parceiros de diferentes áreas do setor. Este Centro poderá ser mais um passo importante na direção da organização e promoção da utilização dos resíduos como matéria-prima.

Também as questões das alterações climáticas e da neutralidade carbónica estiveram em cima da mesa, com a nota clara de que a LIPOR está a trabalhar esta área no âmbito da sua estratégia 4M, já desde 2006.

Foram apresentados os projetos de Energias Renováveis já implementados, nomeadamente as Centrais Fotovoltaicas e de Biogás, mas também deixadas pistas para o futuro, nomeadamente com o projeto de Captura de Carbono, um investimento importantíssimo para a região e para o país. Esta terá que ser a forma de trabalhar, promover projetos que reduzam as emissões, por exemplo diminuindo a deposição em aterro e, ao mesmo tempo, criar alternativas para a captura do carbono, diversificando o risco de modo que o resultado não seja socialmente muito pesado no futuro.

Também o projeto da nova Central de Digestão Anaeróbia responde a estes dois desafios, permitindo tratar os biorresíduos e ao mesmo tempo produzir metano, diminuindo o abastecimento de gás de origem fóssil e consequentemente as emissões.

Por último foram ainda abordadas as candidaturas ao PRR em que a LIPOR é parceira e que já foram aprovadas, nomeadamente na Fileira Têxtil, na Fileira do Calçado, nas Tecnologias Circulares (TC’s) e no Setor da Vinha e que irão reforçar os projetos nestas áreas, permitindo uma melhoria da Gestão de diversos fluxos específicos.

No final o Ministro deixou a mensagem que quer aproveitar a contexto atual para se darem passos seguros em direção a uma Gestão cada vez mais sustentável, resolvendo os problemas mais prementes para o país, sempre com a participação dos diversos parceiros estratégicos como é o caso da LIPOR.

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi