Há 7 dias

Como criar valor quando se está no fim da linha?

A LIPOR recebe aquilo que já ninguém quer, está no fim da linha dos materiais.

Quando encaramos estes materiais, que já ninguém quer, como recursos, rapidamente percebemos que ainda têm muito valor. E têm tanto mais valor quanto melhor os conseguirmos tratar. A indústria precisa de matéria prima (ou não) para introduzir no processo produtivo, e esta tem de ter requisitos mínimos de qualidade, para garantir que os produtos e os processos também o têm.

E se a LIPOR conseguisse ter processos de separação com tanta qualidade que permitissem ter matéria prima adequada para a indústria? E se conseguíssemos promover a economia circular dos materiais, mesmo estando no fim de linha?

É isso mesmo que estamos a fazer! Os processos de investigação, desenvolvimento e inovação permitem-nos pensar em todo o ciclo de vida dos materiais e, a partir daí, conceber e repensar os processos de triagem e reciclagem.
Obter materiais puros, (polímeros e metais de elevada qualidade de modo a poderem ser reintroduzidos nos processos produtivos da indústria e assim aumentar o seu valor acrescentado no mercado) é uma das três áreas prioritárias de atuação da Inovação na LIPOR no âmbito do desenvolvimento de novos produtos.

Cobrimos toda a cadeia de valor, e damos especial relevo ao ecodesign, de modo a assegurar um elevado nível de sustentabilidade dos produtos finais.
Foi assim que ganhámos o 1º prémio de design para um produto de grande qualidade estética no 1st Prize Design FAMAE - The World Largest Green Innovation Challenge, em Paris.
Estamos a automatizar os processos de triagem para aumentar a produtividade e qualidade dos materiais.

Há mais de 20 anos que trabalhamos para otimizar a reciclagem dos materiais. Estamos certos de que este é o caminho para que a economia circular seja uma realidade!