19 Abr 2023

Nutrimais participa, pelo 5º ano consecutivo, na 6ª edição das 24H de agricultura promovidas pela APH

As 24H Agricultura Syngenta são um evento organizado pela Associação Portuguesa de Horticultura (APH), em parceria com a IAAS Portugal – Associação Internacional de Estudantes de Agricultura e Ciências Relacionadas e a empresa SFORI.

A 6ª edição das 24H Agricultura Syngenta reuniu cerca de 100 estudantes, de 11 instituições de ensino de Ciências Agrárias do país, nos dias 1 e 2 de abril, na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Bragança (ESA-IPB), para a maior competição formativa alguma vez realizada em Portugal nesta área e, este ano, sob o tema Agricultura Regenerativa.

Participaram nesta edição estudantes das Escolas Superiores Agrárias dos Institutos Politécnicos de Bragança, Viseu e Coimbra, da UTAD, do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, da Universidade do Algarve, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e de quatro escolas profissionais agrícolas: Baixo Mondego, Vagos, Fermil (Engº Silva Nunes) e Carvalhais.

Durante 24 horas consecutivas, os estudantes realizaram 33 provas, de campo e teóricas, trabalhando competências comportamentais (gestão de tempo, trabalho em equipa, negociação, criatividade, entre outras) e competências técnicas de gestão agrícola.

O primeiro prémio da competição foi conquistado pela ESA-IPB, a escola anfitriã, o 2º prémio para uma equipa de alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e o 3º lugar para uma equipa de alunos da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viseu (ESA-IPV).

As provas técnicas foram organizadas em torno dos cinco pilares da Agricultura Regenerativa: Cobertura vegetal permanente do solo; Diversificação, consociação e rotação de culturas; Aplicação precisa de fatores de produção; Distúrbio mínimo do solo e Integração de animais no sistema agrícola.

O tema da competição foi introduzido com a apresentação, do Prof. Doutor Carlos Aguiar, de um caso prático de Agricultura Regenerativa em Trás-os-Montes e Alto Douro – o projeto LIFE MARONESA – que tem como principal objetivo melhorar a resiliência climática das explorações pecuárias extensivas da Raça Maronesa e promover o aumento da retenção de carbono na matéria orgânica do solo.

A organização e os patrocinadores da competição prepararam diversas provas para os estudantes relacionadas com os seus produtos e serviços e enquadradas nos pilares da Agricultura Regenerativa.A prova proporcionada aos concorrentes pelo Nutrimais tinha como objetivo principal dar a conhecer os vários produtos do seu portfólio e desafiando-os a identificar a solução mais adequada para os vários materiais de propagação vegetativa que também tinham de identificar.

Agricultura regenerativa é um exemplo de como a mobilização mínima tem demonstrado resultados, promovendo a manutenção de matéria orgânica em culturas não permanentes.

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi