Movimento Zero Desperdício

a a a

O Movimento Zero Desperdício surgiu de um grupo de cidadãos com vontade e empenho para passar da identificação de um problema à ação – como fazer chegar os excedentes alimentares a quem mais deles necessita.

Em termos gerais, o Movimento Zero Desperdício pretende promover o aproveitamento de todos os bens alimentares confecionados sobrantes, distribuindo-os por pessoas com carências alimentares, em condições controladas de higiene e segurança alimentar, evitando, assim, o desperdício e protegendo a saúde e o bem-estar de quem os vai consumir.

O programa assenta no estabelecimento de parcerias com os Municípios e na capacitação das instituições já presentes no terreno (os recetores) para a recolha de excedentes alimentares provenientes de diversas entidades doadoras, com especial ênfase no que diz respeito aos alimentos confecionados.

Para além de uma função coordenadora a DARiACORDAR produz instrumentos e ferramentas de diagnóstico, angariação, implementação, monitorização e reporte para garantir a transparência e qualidade do processo, partilhando e capacitando outras entidades a serem parte do Movimento Zero Desperdício.

Dada a relevância deste Movimento no combate ao desperdício alimentar, associado à sua componente social e de mobilização da sociedade civil para o apoio a esta causa, constitui mais umas das Parcerias (Im)Prováveis da LIPOR que, desta vez, temos o gosto de dar a conhecer!

Paula Policarpo, licenciada em Direito e pós-graduada em Gestão de Organizações Sociais, é a Presidente da Associação DariAcordar/Zero Desperdício e tem acompanhado de perto a replicação do movimento Zero Desperdício aos municípios Lipor. Começa por referir que "o Movimento Zero Desperdício já está instalado em todo o país (Portugal continental, Madeira e Açores) e, no âmbito da parceria com a Lipor, desde 2017 até ao momento, já evitámos 163 ton de resíduos orgânicos, 684 ton de CO2 e recuperámos mais de 325000 refeições equivalentes nos 8 municípios que a integram: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde".

Ao longo desta caminhada, Paula Policarpo, salienta que o momento mais marcante do Movimento Zero Desperdício "aconteceu recentemente com o rebranding da Marca, pois traduz a evolução e o caminho que fizemos e queremos fazer. Crescemos de "Portugal não se pode dar ao lixo" para a nova imagem de marca e lema: "nada se perde, tudo se transforma". Outro motivo de orgulho é "ter uma app que permite gerir com muito maior eficácia e eficiência a nossa rede e expandir tanto territorialmente como para outros fluxos de desperdício”.

O maior desafio da Associação DariAcordar/Zero Desperdício é, nas palavras da sua Presidente, "ser sustentável de forma a cumprir a sua missão até se esgotar: evitar o desperdício de quaisquer bens tangíveis ou intangíveis, atuando desde a prevenção até evitar o resíduo, numa perspetiva de economia circular e colaborativa e desenvolvimento sustentável”. Para fazer face aos desafios, a maior fonte de inspiração é ter "a consciência de que não há planeta B e que nos esquecemos de que não herdámos a terra dos nossos pais e avós, mas antes que nos é emprestada pelos nossos filhos e netos”.

Por fim, Paula Policarpo, deixa uma mensagem e apelo à participação de todos "este caminho faz-se caminhando, precisa de todos e tem muitas pedras , não fique no sofá!” www.zerodesperdicio.pt

Parcerias (Im)Prováveis. Juntos fazemos a diferença!

voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros