Substituição da iluminação exterior

a a a

Com o intuito de reduzir o consumo energético, assim como, a pegada carbónica, a LIPOR procedeu à substituição tecnológica de equipamentos de iluminação exterior por outros com melhores índices de desempenho e eficiência ao nível energético, nas suas instalações de Baguim do Monte – Gondomar. Para além dos objetivos referidos, este projeto teve, também, como premissas a uniformização dos equipamentos luminosos e dos índices de luminosidade nos arruamentos. De modo a controlar o funcionamento individual dos equipamentos luminosos, foi instalado um software de gestão que permite, ainda, ter uma base de dados de todo o sistema, bem como, o report de alarmes e avarias.

Neste projeto, a LIPOR procedeu à implementação e substituição de soluções existentes de iluminação por soluções tecnológicas mais eficientes, nomeadamente com recurso à tecnologia LED. O sistema luminotécnico era constituído por lâmpadas de descarga com sódio de alta pressão de 400 W, que representavam cerca de 62% da totalidade, lâmpadas de Iodetos Metálicos de 250 W, que representavam 30% face ao total, e as restantes lâmpadas de 150 W e de 1000 W, da mesma tecnologia.

Concretamente, instalou-se, no espaço exterior, 86 unidades LED, perfazendo um total de 7097 W (7,1 kW) de potência instalada.

Com a instalação do software de gestão do parque luminotécnico, a LIPOR consegue, em tempo real, efetuar uma análise rápida e eficiente às luminárias. O software permite, ainda, identificar quais as luminárias que estão com alguma anomalia e, também, parametrizar as luminárias de modo a definir o perfil de funcionamento. A imagem seguinte ilustra a distribuição das luminárias pelo complexo da LIPOR.

 
Com o intuito de calcular a redução da potência instalada, assim como, a redução do consumo energético, a LIPOR contratualizou com o Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ) uma análise energética e luminotécnica antes e depois da substituição. 

A análise comparativa permite concluir que a substituição das luminárias conduziu a uma redução importante na potência absorvida. A redução poderá ainda ser mais elevada já que as novas luminárias permitem uma regulação do fluxo luminoso emitido. Com base num funcionamento de 11 horas/dia e 365 dias/ano, em termos globais, a substituição da iluminação conduziu a uma economia em cerca de 46,347 MWh/ano e a redução da pegada carbónica em cerca de 21 t CO2/ano. Para além das melhorias na qualidade da iluminação nas instalações, será, também, possível uma poupança em cerca de 5.000 euros/ano.

voltar
Locais de deposição
Encontre o local mais perto de si para depositar seus resíduos.
Ecopontos
Ecocentros